Página Principal >
 
  
Use o botão verde do seu comando MEO e marque o número 493222 para ver os vídeos da TV Municipal no seu televisor
Clique para consultar a Matriz Energética de S. João da Madeira
Clique para aceder a informações sobre projetos financiados pela UE
 
Ferramenta de georreferenciação do Licenciamento Zero
Clique aqui se pretender aceder ao novo balcão eletrónico da CCDR-N
Clique aqui se pretender aceder ao site da Direção-Geral do Território
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

  Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

 
Bem-vindo a S. João da Madeira online!

Peregrinação Poética juntou ator Ricardo Carriço e associações da cidade

2012-03-30
 

Centenas de sanjoanenses marcaram presença na Peregrinação Poética que percorreu as seis estações pedonais dedicadas a Matilde Rosa Araújo, Luís Vaz de Camões, Yvette Centeno, valter hugo mãe (autor só escreve em minúsculas), Malangatana e Pedro Tamen.

Com os dotes de declamadores do poeta José Fanha e do ator Ricardo Carriço, convidados especiais, este evento da 10ª Campanha Poesia à Mesa decorreu na noite de 23 de março, acompanhado de um animado espetáculo de rua com percussão, fogo e dança protagonizado pela Associação Ecos Urbanos, acompanhado pelas vozes das Musical Stars.

A festa começou frente à Biblioteca Municipal com a leitura de alguns dos poemas de Matilde Rosa Araújo, com as declamações asseguradas pela Universidade Aberta. Depois, foi o início da peregrinação para a estação seguinte, sempre encabeçada pelos Ecos Urbanos e encerrada pelas Musical Stars.

O cortejo parou defronte do edifício dos Paços da Cultura, onde puderam ser ouvidos alguns dos sonetos mais conhecidos de Luís Vaz de Camões, apresentados pela Universidade Sénior e pelo grupo Cultura Viva.

valter hugo mãe foi presença surpresa

A Praça Luís Ribeiro foi palco das três estações seguintes. Primeiro, a de Yvette Centeno, pela escola secundária Dr. Serafim Leite, e depois a de valter hugo mãe, autor que esteve presente no evento para ler um dos seus poemas, assistindo ainda à encenação de outros dois pela Associação de Jovens Ecos Urbanos e pelo TOJ – Teatro Oliveira Júnior.

O poeta e pintor moçambicano Malangatana foi evocado na quinta estação, onde, por encenação da Associação Teia dos Sentidos, nem sequer faltaram os sons do tambor, as vestes (capulanas) e até a típica pronúncia, tudo com muito sabor a África.

“Um pacto de amor à língua portuguesa, sem o novo acordo ortográfico” foi expresso por Ricardo Carriço na última estação, localizada na Rua Padre Oliveira e dedicada a Pedro Tamen. Aqui, um poema dedicado ao sapateiro foi declamado e encenado pela Associação de Promoção da Juventude.

O fim de festa esteve a cargo das associações ligadas ao evento que entoaram a canção «Ser poeta» – poema de Florbela Espanca celebrizado pela versão de Luís Represas…

Março 2012

Adicionar comentário



 
 
 Agenda cultural AMP
Agenda cultural metropolitana
 
 Destaques


Protecção Civil»

Participação/Discussão Pública»

Recursos Humanos

Em defesa do Hospital»

Ementas - Serviço de Refeições Escolares»
 

 
Separador horizontal
Clique aqui para aceder a informações sobre o Banco Local de Voluntariado
Projecto «Cuidar de Quem Cuida»
Revista sonora «Visão Inclusiva»
Recolha seletiva de óleo alimentar
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira