Página Principal >
 
  
Use o botão verde do seu comando MEO e marque o número 493222 para ver os vídeos da TV Municipal no seu televisor
Clique para consultar a Matriz Energética de S. João da Madeira
Clique para aceder a informações sobre projetos financiados pela UE
 
Ferramenta de georreferenciação do Licenciamento Zero
Clique aqui se pretender aceder ao novo balcão eletrónico da CCDR-N
Clique aqui se pretender aceder ao site da Direção-Geral do Território
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

  Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

 
Bem-vindo a S. João da Madeira online!

Simone e Nuno Feist juntos no «Serão Poético» da Campanha Poesia à Mesa

2012-04-03

Espetáculo encerrou o programa de 2012 da Campanha Poesia à Mesa


A poesia, os poetas, a música e as memórias de vida de uma artista foram o tema da conversa entre Simone de Oliveira e José Fanha, acompanhados ao piano pelo maestro Nuno Feist, no «Serão Poético» que decorreu no dia 24 de Março, no auditório dos Paços da Cultura, e marcou o encerramento da 10ª Campanha Poesia à Mesa.

«Sol de inverno», a canção que deu a conhecer Simone de Oliveira a nível nacional, no Festival da Canção da RTP, em 1965, foi o ponto de partida para uma alegre e informal conversa – a cantora e atriz não gosta da palavra entrevista. E Simone de Oliveira falou de forma descontraída e saudável das muitas memórias e experiências vividas ao longo dos seus 74 anos de idade.

A poesia e os poetas estiveram sempre presentes, com a evocação de vários nomes e com Simone de Oliveira e José Fanha a declamar e cantar alguns dos poemas de José Carlos Ary dos Santos, David Mourão Ferreira, Almada Negreiros, Miguel Torga, Eugénio Andrade ou Pedro Tamen, entre muitos outros. Mas, muitos outros temas foram abordados e Simone de Oliveira não fugiu a nenhum deles.

As palavras foram muitas, mas música também não faltou. E, neste ponto, o desempenho de Nuno Feist agradou muito ao público, não só acompanhando ao piano as interpretações de Simone, como tocando pequenos trechos de fundo conforme o tema em conversa o proporcionasse. O momento alto de Nuno Feist aconteceu quando pediu à cantora que entoasse duas ou três notas ao acaso e, a partir delas, logo ali criou uma música.

“Não sei se podia ter feito melhor, mas quem dá o que tem a mais não é obrigado”, brincou a artista em jeito de despedida, que confessou querer ser recordada como “a Simone das canções”. O espetáculo encerrou com a célebre «A desfolhada», canção com que também venceu o festival da canção, em 1969, e esteve na origem de alguma polémica por causa da frase “… quem faz um filho fá-lo por gosto».

Abril 2012

Adicionar comentário



 
 
 Agenda cultural AMP
Agenda cultural metropolitana
 
 Destaques


Protecção Civil»

Participação/Discussão Pública»

Recursos Humanos

Em defesa do Hospital»

Ementas - Serviço de Refeições Escolares»
 

 
Separador horizontal
Clique aqui para aceder a informações sobre o Banco Local de Voluntariado
Projecto «Cuidar de Quem Cuida»
Revista sonora «Visão Inclusiva»
Recolha seletiva de óleo alimentar
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira