Página Principal >
 
  
Use o botão verde do seu comando MEO e marque o número 493222 para ver os vídeos da TV Municipal no seu televisor
Clique para consultar a Matriz Energética de S. João da Madeira
Clique para aceder a informações sobre projetos financiados pela UE
 
Ferramenta de georreferenciação do Licenciamento Zero
Clique aqui se pretender aceder ao novo balcão eletrónico da CCDR-N
Clique aqui se pretender aceder ao site da Direção-Geral do Território
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

  Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

 
Bem-vindo a S. João da Madeira online!

Milhares de avós numa grande festa de homenagem no Pavilhão das Travessas

2013-07-29
Clique para ampliar
Presidente da Câmara, Ricardo Oliveira Figueiredo, agradeceu o papel que os avós desempenham no seio das famílias


O Dia Metropolitano dos Avós comemorou-se em S. João da Madeira. Foram cerca de 6000 participantes, de 15 concelhos, numa tarde preenchida com muita animação.

S. João da Madeira recebeu este ano as comemorações do Dia dos Avós (26 de julho) da Área Metropolitana do Porto (AMP). Cerca de 6000 avós, de 15 municípios, encheram o Pavilhão das Travessas, para uma grande festa de homenagem a quem tem netos.

Mantendo o seu carácter intermunicipal, de reconhecimento e valorização do papel que este grupo geracional desempenha na comunidade, este evento privilegiou a oferta cultural e recreativa dos municípios da AMP, reforçando, assim, toda sua a dimensão metropolitana.

Nesta 7.ª edição do Dia Metropolitano dos Avós - iniciado em 2007, no Pavilhão Rosa Mota, no Porto -, as diferentes câmaras municipais estiveram representados pelos respetivos Presidentes e/ou Vereadores dos Pelouros da Ação Social.

Papel essencial no seio das famílias

Falando na dupla qualidade de vice-Presidente da Junta Metropolitana do Porto e Presidente do Município anfitrião, Ricardo Oliveira Figueiredo, salientou que "os avós têm um papel essencial na vida das crianças, cumprindo uma função de enquadramento familiar e social dos netos", acrescentando: "A nossa sociedade tem que saber valorizar a sabedoria e a capacidade que os avós têm de incutir valores e princípios nas gerações mais novas".

O autarca de S. João da Madeira referiu que o Dia Metropolitano dos Avós é uma forma de "agradecer a quem tanto deu e ainda tem para dar a esta vasta região" e que, neste tempo de forte desemprego, tem de ser, em muitos casos, "o suporte económico e afetivo de muitas famílias".

Sublinhando a "energia, alegria e calor humano" transmitidos pelos milhares de avós presentes no Pavilhão das Travessas, Ricardo Oliveira Figueiredo lembrou o "orgulho, grande respeito e consideração" que os avós merecem, "Termos os nossos avós como referência, é importante para liderarmos as nossas famílias e para transmitirmos valores e princípios aos nossos filhos", frisou.

Muita animação

O Grupo de Percussão da Associação de Jovens Ecos Urbanos, de S. João da Madeira, pelos grupos Riscos & Traços e Elemento C-CIRAC, de Santa Maria da Feira, e grupo Pilha Galinhas.

Com apresentado de Ricardo Couto, do Porto Canal, o programa de animação incluiu a participação do Grupo de Percussão da Associação de Jovens Ecos Urbanos, de S. João da Madeira, a que se juntaram Riscos & Traços e Elemento C-CIRAC, de Santa Maria da Feira, e os Pilha Galinhas.

Seguiu-se o Trocopasso, de Oliveira de Azeméis, e a Academia de Danças e Cantares do Norte de Portugal - Foz do Douro. A fechar, subiu ao palco Rebeca, já com o Pavilhão das Travessas transformado por muitos dos avós presentes num imenso salão de baile.

Reforçar o papel dos avós

O Dia dos Avós foi formal e legalmente instituído em 2003, pela Resolução da Assembleia da República n.º 50/2003, para reforçar o seu papel na educação dos netos. Pretende chamar a atenção para a sua importância, quer ao nível da família, enquanto educadores e referências de afeto, quer na sociedade, na transmissão de valores e culturas ao longo das gerações.

Assim, a Área Metropolitana do Porto pretende, com esta iniciativa, promover a interculturalidade e a intermunicipalidade, valorizar o trabalho desenvolvido com a comunidade sénior, pelos diversos grupos e associações de voluntariado local e reconhecer o contributo das pessoas mais velhas enquanto membros ativos da comunidade, nomeadamente na sua ação ao nível do voluntariado.

Adicionar comentário



 
 
 Agenda cultural AMP
Agenda cultural metropolitana
 
 Destaques


Protecção Civil»

Participação/Discussão Pública»

Recursos Humanos

Em defesa do Hospital»

Ementas - Serviço de Refeições Escolares»
 

 
Separador horizontal
Clique aqui para aceder a informações sobre o Banco Local de Voluntariado
Projecto «Cuidar de Quem Cuida»
Revista sonora «Visão Inclusiva»
Recolha seletiva de óleo alimentar
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira