Página Principal >
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

S. João da Madeira Notícias

Nova exposição no Núcleo de Arte da Oliva: "I'm a beautiful monster"

2015-07-16
Curadora Antonia Gaeta realizou visita guiada na inauguração da exposição

A curadora italiana Antonia Gaeta lança um novo olhar sobre obras de arte bruta e singular da coleção Treger/Saint Silvestre, uma das principais do género a nível internacional. 
 
No Núcleo de Arte da Oliva, em S. João da Madeira, inaugurou uma nova exposição, sob o título “I’m a Beautiful Monster”. Patentes estão cerca de 90 obras da Coleção Treger/Saint Silvestre, cedida em depósito ao município sanjoanense, responsável por aquele espaço cultural.
 
A convite do Núcleo de Arte da Oliva, a curadoria desta nova exposição é da italiana Antonia Gaeta, que comissariou diversas exposições em Portugal e no estrangeiro e  foi coordenadora executiva das representações oficiais portuguesas nas Bienais de Arte de Veneza (edições 2009 e 2011) e de São Paulo (edições 2008 e 2010) para a Direcção-Geral das Artes. Na edição deste ano da Bienal de Veneza foi a curadora da representação angolana.
 
Constituída por arte bruta e singular e construída na “relação entre o belo e o monstruoso”, a mostra “I’m a Beautiful Monster” vai buscar o título a um livro de poesia, prosa e provocação de Francis Picabia (editado nos Estados Unidos em 1940), que Antonia Gaeta utiliza “com o intuito de, ironicamente, desmistificar ideias erróneas sobre este tipo de trabalho artístico”.
 
Olhares diferentes
 
Este é o 3º momento de apresentação da Coleção Treger/Saint Silvestre no Núcleo de Arte da Oliva, que, como refere a sua diretora, Raquel Guerra, “tem convidado curadores independentes a apresentarem olhares sobre as coleções em depósito”. Desta vez o convite foi dirigido a Antonia Gaeta.
 
Com base nas coleções "Treger/Saint Silvestre" e "Norlinda e José Lima", ambas em depósito no Núcleo de Arte da Oliva, esta é a sexta exposição que este espaço cultural organiza – cinco nas suas próprias instalações e uma no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, onde deu início ao seu programa de itinerâncias.
 
“O Núcleo de Arte pretende tornar acessível a um público alargado o contacto com a arte bruta e a arte contemporânea”, afirma Raquel Guerra, adiantando que por trás desse resultado está uma cuidada preparação: “O programa expositivo é o lado visível do trabalho que desenvolvemos com as coleções. As exposições são oportunidades de estudar mais aprofundadamente partes das coleções”.
 
A estética do monstruoso
 
“Se os monstros nos assustam é porque nos mostram os desejos que tanto tememos e que por isso decidimos conscientemente reprimir”, sustenta a curadora da exposição, Antonia Gaeta, remetendo para o “significado latino originário do termo monstrum”, no sentido de “um prodígio, uma maravilha, mas também tudo que não é natural, algo que assusta, uma beleza tão excelsa que aterroriza”. É este um novo olhar, sobre o “prazer estético do monstruoso”, que a exposição “I’m a Beautiful Monster” propõe ao público que visitar o Núcleo de Arte da Oliva.
 
Atualmente são cerca de 600 as obras da “Coleção Treger/Saint Silvestre” que enriquecem o espólio do Núcleo de Arte da Oliva. Formado por Arte Bruta e Arte Contemporânea (incluindo Arte Singular e Arte Vudu), trata-se de um acervo de nível internacional, sem paralelo na Península Ibérica, cedido em regime de comodato ao município de S. João da Madeira pelos colecionadores Richard Treger (músico natural do Zimbabué, com nacionalidade irlandesa) e António Saint Silvestre (escultor luso-francês de Arte Singular).

Três exposições patentes

Com base nesta mesma coleção está também patente no Núcleo de Arte da Oliva a exposição "Arte Bruta: Transgredindo Fronteiras", comissariada por Christian Berst. O público pode igualmente apreciar "All Rights Reserved: Coisas do mundo na Coleção Norlinda e José Lima", com curadoria de Miguel Amado.

O Núcleo de Arte, inaugurado em outubro de 2013, é um dos espaços criados na Oliva Creative Factory, empreendimento municipal que resultou do aproveitamento de instalações desativadas do gigante da indústria do ferro que foi a Oliva. Um investimento realizado pela Câmara de S. João da Madeira, com o apoio de fundos europeus, para a promoção das indústrias criativas e da arte.
 
“Complementando a vertente da incubação de empresas criativas da Oliva Creative Factory, o Núcleo de Arte é já um polo incontornável da promoção da arte no Norte do país, projetando nacional e internacionalmente a face cultural da cidade e da região”, sublinha o Presidente da Câmara, Ricardo Figueiredo.

Visitas gratuitas ao domingo de manhã

O Núcleo de Arte da Oliva está aberto ao público de terça a domingo, das 10h30 às 18h00. O bilhete geral de entrada é de 4 euros, havendo descontos de 50 por cento para menores de 18 anos e maiores de 65 anos, assim como para portadores de cartão-jovem ou de cartão de estudante.
 
O acesso é gratuito para crianças até 10 anos enquadradas no Bilhete Família, o mesmo acontecendo para alunos das escolas de S. João da Madeira e os professores que os acompanhem. Aos domingos, entre as 10h30 e as 13h00, a entrada é gratuita para todos.
 
Núcleo de Arte da Oliva
Rua da Fundição, 240
3700-119 S. João da Madeira
GPS 40.905761, -8.497561
Telefone: 256004190
www.olivacreativefactory.com

Adicionar comentário


Comissões de proteção de crianças e jovens da região reúnem-se em S. João da Madeira
saiba mais
 
“Gargalhão”: de 15 a 18 de novembro S. João da Madeira foi a capital do humor
saiba mais
 
A relação entre cinema e educação esteve em debate em simpósio internacional na Torre da Oliva
saiba mais
 
Município vai ter plano de inclusão social de cidadãos sem abrigo
saiba mais
 
Câmara vai elaborar código de conduta
saiba mais
 
Conceituado fotógrafo britânico capta imagens nas fábricas do Turismo Industrial
saiba mais
 
Projeto Rios apresentado a professores e instituições da cidade
saiba mais
 
Festival vegetariano citadino e descomplexado atraiu muito público à Oliva Creative Factory
saiba mais
 
Designers israelitas de chapéus e sapatos mostram o seu trabalho criativo em S. João da Madeira
saiba mais
 
Grande prémio de atletismo com cerca de 800 participantes
saiba mais
 
Arte africana para ver no Núcleo de Arte da Oliva Creative Factory
saiba mais
 
“Limiar da Vida”: nova exposição da Coleção Norlinda e José Lima
saiba mais
 
Boa música, muita diversão e convívio na segunda edição do "Toca a Falar"
saiba mais
 
 


+ notícias
Separador horizontal
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira