Página Principal >
 
  
Use o botão verde do seu comando MEO e marque o número 493222 para ver os vídeos da TV Municipal no seu televisor
Clique para consultar a Matriz Energética de S. João da Madeira
Clique para aceder a informações sobre projetos financiados pela UE
 
Ferramenta de georreferenciação do Licenciamento Zero
Clique aqui se pretender aceder ao novo balcão eletrónico da CCDR-N
Clique aqui se pretender aceder ao site da Direção-Geral do Território
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

  Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

 
Bem-vindo a S. João da Madeira online!

Município lança programa "Escola Solidária"

2007-09-10
Com o novo programa “Escola Solidária S. João da Madeira”, a Câmara passa a suportar a totalidade dos custos dos livros e outro material escolar dos estudantes do 1º ciclo mais carenciados da cidade, já no ano lectivo 2007/2008, que agora se inicia. Medida inovadora é a atribuição destes subsídios também aos alunos do 2º e 3º ciclos.
Os valores a atribuir serão os seguintes:

1º CICLO
Um montante máximo de 75 euros/aluno (até agora era de 32 euros), com 3 escalões de bonificação de 100%, 80% e 50% do valor máximo, respectivamente.

2º e 3º CICLOS
Atribui-se, pela primeira vez, um subsídio por parte da Câmara, no montante máximo de 100 euros/aluno (o Estado atribui outros 100 euros/aluno), repartidos por dois escalões de bonificação, correspondentes a 100% e a 50% do valor máximo, respectivamente. Refira-se que o apoio a alunos destes dois graus de ensino é da competência do Poder Central.

Os valores dos apoios a atribuir no âmbito do programa Escola Solidária S. João da Madeira foram definidos, no caso dos estudantes mais carenciados, para a cobertura total dos custos em manuais e material escolar de desgaste (lápis, borrachas, tesouras, etc) por aluno, depois de uma análise aos preços em vigor.

Outra novidade introduzida através do programa Escola Solidária S. Soão da Madeira consiste na atribuição dos subsídios definidos também a alunos carenciados não residentes no concelho, desde que um dos progenitores trabalhe em S. João da Madeira.subsídio.

Serão abrangidos cerca de 700 alunos sanjoanenses carenciados dos 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico, a que se somam outros cerca de 300 (número estimado) não residentes no concelho. No total, serão perto de 1000 os estudantes beneficiados.


Adicionar comentário



 
 
 Agenda cultural AMP
Agenda cultural metropolitana
 
 Destaques


Protecção Civil»

Participação/Discussão Pública»

Recursos Humanos

Em defesa do Hospital»

Ementas - Serviço de Refeições Escolares»
 

 
Separador horizontal
Clique aqui para aceder a informações sobre o Banco Local de Voluntariado
Projecto «Cuidar de Quem Cuida»
Revista sonora «Visão Inclusiva»
Recolha seletiva de óleo alimentar
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira