Parques de estacionamento subterrâneo

Em 2005, a carência de lugares de estacionamento no centro da cidade foi sanada com a inauguração de dois parques subterrâneos, com capacidade para acolher um total de 467 viaturas.

Cento e sessenta e sete desses lugares estão disponíveis no parque da Rua João de
Deus, junto ao tribunal. A estrutura ajudou à requalificação urbanística da zona e essa valorização deve-se não só ao serviço em si mesmo mas também à estética colorida dos murais cerâmicos com que o pintor Victor Costa decorou a entrada do parque e recantos dos seus diversos pisos.

Os outros 300 lugares de estacionamento estão disponíveis no parque subterrâneo do Mercado Municipal. Abaixo do solo, há quatro pisos decorados com painéis de azulejo assinados por José Emídio e um túnel que, a partir das áreas de estacionamento, permite o acesso directo à zona comercial; no exterior, a estrutura é rematada por um jardim em que o arquitecto Eduardo Souto Moura assegurou também o devido espaço para uma maior fruição pedonal.