Homenagem aos plantadores de árvoresdo Parque do Rio Ul adiada para 7 de julho

Devido às condições meteorológicas


Devido à instabilidade meteorológica que se tem feito sentir e que se prevê continuar nos próximos dias, com períodos de chuva até ao fim-de-semana, foi necessário adiar a realização da homenagem aos plantadores de árvores do Parque do Rio Ul, em S. João da Madeira, que estava calendarizada para este sábado, 9 de junho, nesse espaço verde da cidade.

Assim, a iniciativa foi reagendada pela Câmara Municipal de S. João da Madeira para daqui a sensivelmente um mês, no dia 7 de julho (sábado), entre as 10h00 e as 12h30, com a autarquia a agradecer a melhor compreensão de todos e a reiterar o convite à participação, especialmente dirigido a quem participou nas iniciativas de plantação de árvores no Parque do Rio Ul, que se iniciaram no 2006, ainda antes da inauguração deste espaço verde que ocorreu dois anos depois, com projeto do prestigiado arquiteto sanjoanense Sidónio Pardal.

Com esta iniciativa, que acontece no ano em que o Parque do Rio Ul assinala o seu 10.º aniversário, a Câmara Municipal de S. João da Madeira pretende reconhecer e homenagear todos aqueles que voluntariamente participaram nessas ações de plantação que decorreram entre 2006 e 2010, processo que contou com um grande envolvimento dos alunos das escolas da cidade. Muitas dessas crianças são hoje jovens adultos e têm acompanhado a evolução deste espaço verde.

“Se plantou uma árvore no Parque do Rio Ul, este evento é-lhe especialmente dirigido. Por isso contamos com a sua presença, ou de algum representante por si escolhido, para o levantamento de um pequeno reconhecimento e certificado de plantação, assim como para assinar o primeiro Livro de Honra do Parque”. O convite é da Câmara Municipal, que solicita a confirmação prévia das presenças pelo e-mail parquerioul@gmail.com ou pelo telefone 256 200 200.

Reagendado para 7 de julho, este evento insere-se na requalificação e dinamização desse espaço verde que se encontra em curso, projeto que passa, designadamente, pela reabilitação de antigos edifícios associados ao ciclo do pão, assim como pela concretização de diversas ações imateriais.  

geral