Tertúlia com antigos jogadores de futebol após exibição do filme sobre Eusébio

Na sessão de hoje à noite do Cine S. João, nos Paços da Cultura, António Sousa, Flávio Neves e Jorginho juntam-se ao Presidente da Sanjoanense e à Vereadora do Desporto para uma conversa sobre futebol após o filme ’’Ruth’’.

 
"Ruth" é um filme em torno da chegada de Eusébio ao Benfica e das peripécias que envolveram esse processo de contratação. Aos 17 anos, aquele que viria a ser conhecido como "Pantera Negra" aterrou em Lisboa, vindo de Moçambique, a coberto de um outro nome, para "fintar" a concorrência.
 
É nesse episódio que se centra o filme "Ruth" (M12), que vai passar em S. João da Madeira, nesta quinta-feira, às 21h30, no âmbito do projeto Cine S. João. A entrada é gratuita, mas limitada aos lugares disponíveis, pelo que os interessados devem reservar o seu bilhete nos Paços da Cultura, em cujo auditório irá decorrer essa projeção.
 
Esta sessão incluirá, como habitualmente, uma tertúlia, na qual, desta vez, vão participar de figuras do mundo futebolístico, nomeadamente sanjoanenses que se destacaram no chamado “desporto rei”, desde logo António Sousa, antigo internacional português e campeão europeu de clubes pelo F.C. Porto.
 
Nessa conversa sobre futebol, vão também a “jogo” outros ex-futebolistas como Flávio Neves e Jorginho, assim como o Presidente da Associação Desportivas Sanjoanense, Vargas Cruz, e a Vereadora do Desporto da Câmara de S. João da Madeira, Rosário Gestosa.
 
Com realização de António Pinhão Botelho, a partir de um argumento escrito pela sua mãe, Leonor Pinhão, “Ruth” retrata a sociedade portuguesa metropolitana e ultramarina no início da década de 60, a partir da história do jovem futebolista moçambicano, atleta predestinado do Sporting Clube Lourenço Marques, que se vê cobiçado e contratado pelo clube rival, o Benfica.
 
“Chantagem, tentativas de rapto, envolvimento de ministros, delírio nos jornais e promessas milionárias fazem da história da transferência do futebolista – um miúdo que nunca ninguém vira jogar - uma saga desenrolada em dois continentes”, lê-se na sinopse divulgada pela produtora “Leopardo Filmes”.
 
O Cine S. João é um projeto da Câmara Municipal de S. João da Madeira, com curadoria do Cine Clube de Arouca e o apoio da associação sanjoanense APROJ.

cultura