Faturas de refeições escolares enviadas por via eletrónica

Simplex Municipal avança em S. João da Madeira, também na área da Educação.

Os encarregados de educação das crianças das escolas de S. João da Madeira passam a poder receber por via eletrónica as faturas das refeições dos seus educandos nos estabelecimentos de ensino básico do 1.º ciclo e jardins-de-infância. O mesmo acontece com as despesas relativas às Atividades de Animação e Apoio à Família da Educação Pré-Escolar.
 
Assim, das cerca de 1200 faturas mensais que a Câmara Municipal imprimia e entregava nas escolas para distribuição, sensivelmente metade (613) começou já a ser enviada por email para os encarregados de educação que deram autorização expressa nesse sentido, ao abrigo do Regulamento Geral de Proteção de Dados. Espera-se que este número continue a crescer neste início de 2019.
 
Operacionalizada pela Divisão de Sistemas de Informação e Modernização Administrativa e pela Divisão de Educação da Câmara, esta medida insere-se no Simplex Municipal que tem sido posto em prática no atual mandato, seguindo-se a outras que vêm contribuindo para uma maior acessibilidade dos cidadãos à autarquia, como sejam o lançamento da aplicação para dispositivos móveis “MunicípioSJM” ou a abertura à hora de almoço do Gabinete de Atendimento ao Munícipe, serviço que passou a contar, também recentemente, com dispositivos de leitura de Cartão do Cidadão.
 
Para além de facilitarem a vida aos munícipes na sua relação com a Câmara, combatendo burocracias desnecessárias, estas medidas têm também impacto ao nível ambiental, pois refletem uma crescente desmaterialização de procedimentos, reduzindo a necessidade de circulação de documentos em papel e permitindo, assim, uma importante poupança de recursos, que deve ser uma preocupação da Administração Pública. 
 
8 de janeiro de 2018

educação