Serviço de vídeo-intérprete para atendimento ao munícipe através de Língua Gestual

Infografia com exemplo de uma comunicação via Serviin

A Câmara Municipal de S. João da Madeira passou a dispor, desde o início desta semana, de um serviço de vídeo-interpretação em Língua Gestual Portuguesa (LGP) que permite colocar surdos em comunicação com o atendimento da autarquia. Uma nova solução implementada no âmbito da adesão da Área Metropolitana do Porto a este sistema.
 
Para estes contactos, os cidadãos surdos que pretendam contactar com o atendimento da Câmara de S. João da Madeira devem realizar uma videochamada para o número 12472 ou através do site www.portaldocidadaosurdo.pt, pedindo para contactar o telefone 256200210 (linha de apoio da autarquia específica para esta comunicação).
 
Dessa forma, um licenciado em LGP ficará a comunicar à distância com o cidadão surdo (gestualmente) e com o técnico da Câmara (oralmente), servindo de ponte entre os dois.
 
Em parceria com Associação Portuguesa de Surdos (APS), o Serviin – como se designa este serviço – tem como principais objetivos anular a barreira na acessibilidade à informação e contribuir para uma sociedade mais inclusiva, permitindo que surdos possam contactar empresas e serviços de uma forma mais direta e autónoma.
 
Segundo os censos de 2011, em Portugal existem cerca de 533.000 pessoas com problemas auditivos, estimando-se – de acordo com informação prestada pelo Serviin – que 120.000 são Surdos de nascença ou que ficaram Surdos na primeira infância. No caso concreto de S. João da Madeira, essa estimativa aponta para aproximadamente 170 cidadãos Surdos.
 
 

município