Ética no Desporto

O Plano Local para a Ética no Desporto, visa o desenvolvimento dos valores nobres do desporto de forma integrada na sua formação e educação, em articulação com as diferentes dimensões, sectores e agentes educativos e em concordância com o Plano Nacional para a Ética do Desporto.

PROJETO RESPEITE O SEU FILHO

 

 

EIXOS ESTRATÉGICOS

O projeto Respeite o Seu Filho enquadra os seus objetivos em 3 Eixos Estratégicos

Campanhas

Organização de várias campanhas sobre ética no desporto, em eventos desportivos, imprensa escrita local, regional e nacional, rádios locais, redes sociais, etc.

Formação/Educação

Educação para a ética dos Pais/Encarregados de Educação, docentes do ensino básico e secundário, dirigentes, treinadores  e população em geral.

Prática Desportiva/Eventos

Incentivar a vivência dos valores éticos ao nível das diferentes atividades e/ou eventos desportivas, quer seja de âmbito formal ou informal.

PARCERIAS

Autarquia
IPDJ
PNED
Bandeira da Ética
Federações Desportivas
Associações Desportivas
Associações de Pais
Associações de Treinadores e Árbitros

 

 

A COMPETIÇÃO  DESPORTIVA É EDUCATIVA

Porquê a Ética no desporto ?

A ética, enquanto sistema de valores, ajuda-nos a tomar consciência de que não podemos viver de qualquer maneira, que na vida não vale tudo e que os nossos comportamentos têm consequências nos outros e na sociedade que ajudamos a criar. A mesma visão deve ser aplicada à prática desportiva: os objetivos individuais ou a vitória não só não devem ser a única meta como também não podem ser conseguidos a qualquer preço, devendo para tal implicar valores como o esforço, o respeito, a tolerância ou a justiça, valorizando desta maneira o contexto desportivo como impulsionador de valores éticos e deontológicos.

Neste sentido, a prática desportiva demonstra um capital único, o qual pode e deve ser aproveitado com vista ao seu desenvolvimento para fins educativos, uma vez que está vinculado a um conjunto alargado de valores que lhe são potencialmente associados.

 

VALORES DO DESPORTO 

International Fair-Play Committee

Performance e realização: o desempenho deve ser sempre associado ao esforço utilizado para a concretização dos objetivos.
Cumprimento de Regras: o desempenho é meritório se efetuado no cumprimento das regras.
Igualdade de oportunidades: todos sem exceção têm acesso à prática desportiva, usufruindo nesta dos mesmos direitos e dos mesmos deveres. As condições de prática
(e competição) devem também ser as mesmas para os diferentes praticantes, não devendo haver benefício prévio de uns sobre os outros.
Respeito: necessidade de manifestação de tolerância e aceitação em relação a todos os envolvidos no desporto e fora dele.
Saúde: a prática desportiva e os comportamentos a ela associados nunca devem colocar em causa a saúde e o bem estar dos praticantes e seus companheiros/adversários.
FONTE: Plano Nacional de Ética no Desporto
 

O PAPEL DAS FAMÍLIAS

A Vossa colaboração é muito importante 

-Escolha das atividades que satisfaz as necessidades e os gostos das crianças.

-Manter contato continuado com o responsável pela atividade para acompanhar o a evolução da criança.

-Colaborar no desenvolvimento das tarefas do clube, como por exemplo (viagens competições, atividades sociais, etc.).

-Lembre-se sempre que o objetivo é aprender praticar um desporto e criar uma rede de amizades sólidas.

 

SE A CRIANÇA COMPETIR

Incentivar o Fair Play / Jogo Limpo

Apoiar e aplaudir as boas práticas das equipas/atletas;

Cumprimentar os árbitros/juízes, treinadores e adversários.

Respeitar os Árbitros/Juízes, Treinadores e Adversários

Aceitar as decisões dos árbitros/juízes – eles são humanos e, como tal, podem cometer erros;

Lidar com os problemas e incidentes de forma controlada, respeitadora e profissional.

Seguir um Código de conduta

Compreender, aceitar e apoiar um código de conduta do seu Clube/Instituição/Escola.

Controlar as suas emoções

Ser entusiasta e apoiar, sem se substituir ao treinador, dando instruções para dentro do recinto de jogo;

Não entrar em conflito direto com os outros;

Não usar linguagem ofensiva em qualquer situação.

Ajudar as Crianças e Jovens a ter prazer na prática desportiva

Dar ênfase e importância ao esforço, ao prazer proporcionado pela  prática desportiva e não apenas à vitória;

Nunca ridicularizar ou gritar com uma criança ou jovem, pelo facto de ter cometido algum erro

FONTE: Plano Nacional de Ética no Desporto

 

TESTE: QUE TIPOS DE PAIS SÃO?

A maioria dos pais tem um papel relevante no contributo que dão para criar um ambiente agradável de prática desportiva. Contudo, existem outros que, mesmo sem ser intencionalmente, ajudam antes a criar um ambiente de tensão, que favorece a violência no desporto.

Pais que gritam muito

Centram a sua atenção nas coisas negativas e estão sempre a gritar com os atletas e contra os árbitros / juízes. Estes pais devem aprender a observar as coisas positivas da prática desportiva, fazendo um esforço
para ignorar os erros que se cometem.

 

Pais que apoiam em excesso

São demasiado positivos, prestando um apoio tão intenso que chegam a embaraçar os próprios ¬filhos. Com tais comportamentos conseguem irritar o treinador, os restantes atletas e mesmo os outros espectadores. Estes pais devem aprender a ser mais calmos e mais contidos no seu entusiasmo.

 

Pais treinadores

Passam a vida a tirar notas, a filmar, a analisar o desempenho dos filhos. Revivem todas as provas e competições em que eles participam e apontam aquilo em que eles têm de melhorar. Estes pais devem deixar o treino dos filhos para os respetivos treinadores.

 

Pais que gostavam de ter sido atletas

Vivem os seus sonhos através dos ¬filhos e encaram essa prática como se fossem eles os participantes. Estes pais têm de conseguir eliminar a postura de “ganhar a todo o custo” e lembrar que não são eles quem pratica desporto.

 

Pais que não ligam nenhuma

Estão tão ocupados com as notícias dos jornais e a falar ao telefone que não prestam atenção ao desempenho dos filhos. Tais pais devem recordar que um pequeno encorajamento aos ¬lhos ajuda imenso.

 

Pais 5 estrelas (será o seu caso?)

Centra a sua atenção no esforço do jovem e não no resultado do desempenho. Respeita e agradece ao treinador, aos árbitros / juízes e aos adversários. São apoiantes positivos e têm sempre presente o papel que desempenham quando estão a ver a competição dos filhos.

 

COMPROMISSO DAS ASSOCIAÇÕES PARA A ÉTICA NO DESPORTO