Red Light: Coleção Norlinda e José Lima

26 de setembro // Centro De Arte Oliva // Consultar Tarifário no Centro De Arte Oliva

No dia 26 de setembro o Centro de Arte Oliva inaugura a exposição "Red Light: Sexualidade e representação na Coleção Norlinda e José Lima", com curadoria de Sandra Vieira Jürgens, professora e coordenadora da Pós-Graduação em Curadoria de Arte na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

A exibição apresenta uma seleção de obras que têm em comum a abordagem à sexualidade, desdobrada em múltiplos tópicos, tanto apresentados em complemento contrapontístico como em confronto dissonante: a representação do corpo, a nudez masculina e feminina, o erotismo, a fantasia, o desejo e a dor, o objeto e o sujeito, o prazer e a dominação, os lugares da representação feminina, o olhar masculino, o voyeurismo, o exibicionismo e a autorrepresentação na arte.

A exposição mistura diferentes origens e períodos, integrando trabalhos de mais de setenta artistas, entre os quais Alberto García-Alix, Albuquerque Mendes, Álvaro Lapa, Andres Serrano, Eduardo Arroyo, Graça Pereira Coutinho, Gonçalo Pena, João Maria Gusmão + Pedro Paiva, João Penalva, Júlia Ventura, Pedro Casqueiro, Mauro Cerqueira, Muntean/Rosenblum, Nancy Spero, Rosa Carvalho, Ricardo Valentim, Vasco Barata e Sam Samore.

 “Red Light” cria um espaço liberto de convenções, moralismos e manifestos, que convida ao contacto sensitivo e intuitivo com as obras, reivindicando o prazer visual e assumindo a atracão do erotismo pictórico e fotográfico.

A coleção estará em exibição no Centro de Arte Oliva de 26 de setembro de 2020 a 14 de março de 2021, o tarifário encontra-se disponível para consulta no site do Centro de Arte Oliva.

Créditos das fotografias: André Rocha

CONSULTA DE TARIFÁRIO

cultura