Programa de testagem à Covid-19 no desporto prossegiu este sábado com o rastreio a 471 atletas de escalões da formação de modalidades de médio risco

A realização destes testes e o escrupuloso cumprimento das regras definidas pelas autoridades de saúde de proteção face à pandemia da Covid-19 são fundamentais para garantir a segurança dos atletas e agentes desportivos.

Teve início no passado sábado e prosseguiu hoje, no Pavilhão das Travessas, o programa municipal de testagem à Covid-19 no desporto, já com um total de 613 atletas, treinadores e dirigentes testados  em S. João da Madeira. Assim, o Voleibol, o Futsal, o Hóquei, o Andebol, o Basquetebol e o Futebol poderão retomar os treinos de formação a partir da próxima semana.

A Câmara Municipal de S. João da Madeira suporta o custo dos testes realizados a todos atletas federados e respetivo staff dos clubes do concelho, sempre que as respetivas federações não assumirem esse custo. A contratação dos técnicos de saúde e a respetiva logística também está a cargo da autarquia.

De realçar que os treinadores e os dirigentes também estão englobados por opção do Município, pois este grupo não está entre os agentes desportivos com obrigatoriedade de testagem, segundo as diretrizes da Direção Geral de Saúde (DGS) .

A previsão é de que, na próxima semana, comecem a ser testados os atletas das modalidades consideradas de alto risco pela DGS. A este grupo irão juntar-se atletas séniores e masters das modalidades de médio risco, por indicação do Município.

Vários atletas federados que frequentam o ensino secundário e que estão a ser testados nas respetivas escolas, ficam isentos do despiste efetuado no contexto desportivo, existindo uma articulação entre todas as entidades intervenientes.

município