Arte urbana no Parque Ferreira de Castro

Espaço desportivo do Parque Ferreira de Castro intervencionado pelo coletivo de artistas, numa homenagem à indústria da chapelaria.

O Parque Ferreira de Castro, em S. João da Madeira, passa a integrar o Circuito de Arte Urbana do Hat Weekend – Festival do Chapéu. A intervenção artística foi concretizada neste verão no campo de basquetebol desse espaço verde, numa iniciativa da Câmara Municipal concretizada pelo coletivo “Projeto Ruído”, que reúne, nomeadamente, os artistas Draw e Contra.

Depois de ter estado temporariamente encerrado para permitir a execução desse trabalho, o recinto reabriu ao público com novas cores e formas gráficas no piso, tabelas e bancadas, onde agora se destacam marcas alusivas à história sanjoanense e, em particular, à indústria da chapelaria.

Essa é a grande temática do Circuito de Arte Urbana do Hat Wekend, iniciado pelo Município de S. João da Madeira em 2018. Desde então já tinham sido criados outros cinco murais, da autoria de artistas de diferentes nacionalidades, que, assim, valorizaram o espaço público em vários pontos do concelho.

A artista portuguesa “Mariana, a Miserável” deixou a sua marca nas estruturas de acesso pedonal ao parque de estacionamento subterrâneo do Museu da Chapelaria. O espanhol Andrés Lozano pintou o mural da Cooperativa 11 de Outubro. A parede de um edifício da Rua Padre Oliveira ostenta os traços do italiano Jonathan Calugi. Na Devesa Velha, há um muro valorizado pela arte da sul-africana Tara Deacon. O circuito completa-se no bairro do Orreiro, com a empena de um prédio de habitação social a servir de “tela” à criatividade de André da Loba (Portugal).

O trabalho do “Projeto Ruído” soma-se agora a esses cinco trabalhos de arte urbana resultantes das edições de 2018 e 2019 do “Hat Weekend - Festival do Chapéu”. São pinturas originais que, juntamente com outras do género existentes no concelho, conferem novos fatores de valorização da paisagem urbana, com referências gráficas a aspetos relevantes da identidade sanjoanense, com destaque para a sua indústria, muito especialmente para a chapelaria.

 

13 de agosto de 2021

município

 

Mais imagens