Município investe em equipamentos de rega “inteligente”

No âmbito do Plano Metropolitano de Promoção do Uso Eficiente da Água.

O Município de S. João da Madeira está a aplicar uma solução técnica que torna mais eficiente e sustentável o funcionamento do sistema de rega em espaços verdes da cidade. Trata-se de um programa-piloto, que abrange a Avenida da Liberdade e parte da Avenida Renato Araújo.

Este processo insere-se no Plano Metropolitano de Promoção do Uso Eficiente da Água, aprovado na sequência do Protocolo de Colaboração celebrado entre a Área Metropolitana do Porto (AMP) e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

O objetivo é “melhorar e racionalizar o uso da água”, promovendo o seu “uso eficiente e sustentável, agindo de forma preventiva no combate à escassez deste recurso”, como estabelece o protocolo de colaboração técnica e financeira assinado entre a AMP e o Município de S. João da Madeira.

Nos termos desse documento, a intervenção conta com financiamento APA, no âmbito do referido Plano Metropolitano, no qual é contemplada a “implementação de projetos que resultem no uso eficiente da água e adoção de medidas de combate à seca”.

Com esse apoio, a Câmara Municipal de S. João da Madeira avançou com a instalação, no sistema de rega das referidas avenidas, de sensores que permitem detectar o nível de humidade no solo, de forma que esses equipamentos só sejam ativados em caso de efetiva necessidade de água.

Esta medida de caráter ambiental permite racionalizar o consumo de água utilizada na rega de espaços verdes e ajardinados, combatendo desperdícios, constituindo um contributo para a preservação dos recursos hídricos, o que se torna especialmente importante face às situações de escassez de água decorrentes das alterações climáticas.

 

Novembro 2023

município