Refletindo o grande desenvolvimento que vinha registando, S. João da Madeira conquistou a sua emancipação concelhia por decreto datado de 11 de Outubro de 1926, sendo assim criado o Município de S. João da Madeira. Este documento considerava o novo concelho como o “centro industrial mais importante do distrito de Aveiro”, reconhecendo que o seu progresso económico e social estava a ser “prejudicado, sufocado pela sua inferior categoria administrativa”.