Página Principal >
 
  
Use o botão verde do seu comando MEO e marque o número 493222 para ver os vídeos da TV Municipal no seu televisor
Clique para consultar a Matriz Energética de S. João da Madeira
Clique para aceder a informações sobre projetos financiados pela UE
 
Ferramenta de georreferenciação do Licenciamento Zero
Clique aqui se pretender aceder ao novo balcão eletrónico da CCDR-N
Clique aqui se pretender aceder ao site da Direção-Geral do Território
Educação e Acção Social Ambiente Desporto Cultura Capital do Calçado

  Subscreva!
Registe-se e receba as novidades da Câmara Municipal de S. João da Madeira na sua caixa de correio!

 
Bem-vindo a S. João da Madeira online!

Casas e Palacetes

Casa dos Gafanhões (Quinta do Morgado)

Quinta do Morgado

Esta casa senhorial pertence, desde 1523, à família Côrte-Real e está classificado como imóvel de interesse público, por despacho ministerial de Outubro de 1976. 
Nos documentos mais antigos era ela denominada “Quinta de S. João da Madeira”. Foi seu primeiro possuidor, dentro daquela família, João Nunes Cardoso Gouveia, Cavaleiro Fidalgo da Casa Real e Cavaleiro da Ordem de Cristo, 3º Senhor do Couto e Honra do Gafanhão. Instituída em Morgado, foi seu último titular Manuel Cardoso Rangel de Quadros Côrte Real. Actualmente dispõe de um restaurante num ambiente onde se respira a história de uma família antiga e influente, no contexto da aristocracia portuguesa. Nas traseiras da casa encontra-se uma fonte pombalina.
No interior oferece uma bela sala de estar, com motivos heráldicos da família nos reposteiros, tecto caixotão, bem como outras divisões.

Palacete da Quinta do Rei da Farinha

Palacete da Quinta do Rei da Farinha

É um dos mais belos exemplares das chamadas "Casas de Brasileiros" que existe em S. João da Madeira.
Trata-se de um edifício notável, no qual se denota risco de arquitecto. No flanco, o torreão parece dominar o conjunto, ilusão criada pelo jardim que encobre a varanda que flui em volta do lado direito da casa. A escadaria, cenográfica, tem efeito aglutinador, dada a sua importância na articulação do belo jardim com o palacete.
 

Palacete dos Condes e Quinta envolvente

160

Exemplar da riquíssima história arquitectónica "dos brasileiros", o Palacete Conde Dias Garcia é património municipal, tendo albergado durante muitos anos a sede do tribunal da comarca de S. João da Madeira. Depois de um incêndio que provocou fortes danos no imóvel, a autarquia procedeu à sua requalificação, devolvendo-lhe a dignidade perdida. O interesse deste imóvel começa logo na entrada, onde se erguem réplicas de torres de castelos, com as respectivas ameias, que se sucedem em altura e onde se abrem vãos cegos, ligadas pelos trabalhos de ferro do portão. Com dimensões que impressionam à primeira vista, destaca-se a assimetria existente nos flancos, onde os torreões divergem na altura e no aspecto formal. O corpo central, mais elevado, é também ligeiramente saliente, o que agrava a assimetria, dá ritmo ao conjunto, e acentua o interesse do palácio.

Paços da Cultura

Paços da Cultura

O antigo edifício dos Paços do Concelho de S. João da Madeira, um dos mais emblemáticos do município, foi alvo de obras de beneficiação e adaptação para se transformar em Paços da Cultura.

Sendo um edifício com lugar especial na história do município, visto estar ligado de forma indissociável aos primeiros anos de afirmação da independência sanjoanense, no âmbito da emancipação administrativa em 1926, considerou-se o espaço ideal para albergar os documentos históricos assim como uma óptima forma de preservar as memórias e as raízes culturais sanjoanenses

Inaugurado no dia 21 de Maio de 2005, o edifício dos Paços da Cultura contempla várias valências. Assim, ao nível do rés-do-chão existe  um auditório com cerca de 250 lugares, um café-concerto, um espaço dedicado à Internet e uma zona reservada para eventos ao ar livre. O primeiro andar está ocupado por galerias de exposições enquanto que no segundo tem lugar o Arquivo Histórico da Cidade onde estão disponíveis ao público os documentos mais relevantes da história da Cidade.
Pretende-se desta forma que os Paços da Cultura sejam um espaço de grande actividade que fomente a riqueza cultural de S. João da Madeira.

Casa Infantário de Santa Filomena


Palacete de dimensão considerável, patenteia grande riqueza rítmica ao nível das diversas fachadas, onde se jogam contrastes entre as formas curvas ou angulosas dos telheirinhos que coroam os vãos, também diversificados. O edifício encontra-se em bom estado de conservação, estando, inclusivamente, a ser utilizado como infantário.

Villa Martins

De pequena dimensão, a Vila Martins apresenta uma fachada onde um corpo central avança bastante relativamente às laterais, onde sobressaem dois pares de janelas geminadas, descaracterizadas pelas, infelizmente, habituais persianas. Ainda assim, a cor da azulejaria que reveste o pano fronteiro anima o conjunto e faz destacar o friso decorativo que percorre a cimalha. No topo, os telhados acompanham o desenho morfológico do edifício, que se encontra bem conservado.

Palacete da Quinta de António Pinto de Oliveira (Quinta dos Teixeiras)


Antiga residência do fundador da Oliva, o palacete não esconde a preponderância social do seu antigo proprietário. A fachada que se coloca perante o portão de acesso articula diferentes volumetrias, o que tem paralelo com a diversidade de vãos que ali se rasgam, com especial destaque para a janela Arte – Nova, ao nível do primeiro piso. Avançando para o lado direito, depara-se-nos uma fachada que se articula de forma perfeita com a esquina da propriedade, num jogo interessante de avanços e recuos, integrando-se muito bem na área envolvente. Interessante é também o largo friso de azulejos que percorre a cimalha em todo o perímetro, descendo até ao nível das janelas. O edifício encontra-se em bom estado, albergando actualmente um restaurante.

Villa Balbina


Trata-se de uma casa Toscana edificada em 1906, que foi recuperada pelo Feder-Pronorte, sendo agora utilizada como sede da Associação de Municípios das Terras de Santa Maria e da Agência de Desenvolvimento regional de Entre Douro e Vouga (ADREDV).

Casal de Santo António


Apresenta um estado conservação notório, a articulação dos diferentes volumes tornam a massa arquitectónica dinâmica e os telheirinhos e os beirais bem portugueses dão ao edifício uma feição algo pitoresca.

Casa de Carlinda Palmares


Apresenta uma depuração formal bem conseguida, afectada apenas pelo rendilhado do ferro da varanda e pelo beiral saliente, sendo o resultado bastante interessante.


 
 
 Agenda cultural AMP
Agenda cultural metropolitana
 
 Destaques


Protecção Civil»

Participação/Discussão Pública»

Recursos Humanos

Em defesa do Hospital»

Ementas - Serviço de Refeições Escolares»
 

 
Separador horizontal
Clique aqui para aceder a informações sobre o Banco Local de Voluntariado
Projecto «Cuidar de Quem Cuida»
Revista sonora «Visão Inclusiva»
Recolha seletiva de óleo alimentar
Contactos | Últimas atualizações | Declaração de privacidade | Ficha técnica | Acessibilidade
Telefones úteis | Farmácias | Protecção Civil | Sugestões/reclamações | Perguntas frequentes

Todos os direitos reservados / 2005-2015 © Câmara Municipal de S. João da Madeira